Florianópolis sediará debate sobre unificação das polícias

Evento será realizado nesta segunda-feira, dia 29, na Assembleia Legislativa

Evento será realizado nesta segunda-feira, dia 29, na Assembleia Legislativa

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB) levará para território catarinense a discussão em torno da unificação das polícias civis e militares. O tema está sendo debatido em Brasília por uma Comissão Especial na Câmara dos Deputados. O colegiado tem até o fim desta legislatura para estudar modelos que unifiquem a atuação dos cerca de 425 mil PMs e 117 mil policiais civis que atuam nos estados brasileiros. Nesta segunda-feira, dia 29, o Encontro Regional, aberto ao público, será realizado no Plenarinho da ALESC, às 14h.

“Não tenho opinião formada sobre esse assunto. Quero aproveitar o conhecimento de quem vive a Segurança Pública na prática, para formar um entendimento e levar sugestões à Comissão Especial”, explica Peninha. O presidente da comissão é o deputado Delegado Edson Moreira (PR/MG), conhecido por comandar o caso que culminou com a prisão do goleiro Bruno, em 2010, acusado de participação no sequestro e morte de Eliza Samudio.

À frente das discussões, o delegado já defendeu por várias vezes a unificação das polícias. Ele acredita que uma única força, com investimento maior nas áreas de inteligência e de formação, e com troca de informação entre todos os seus integrantes, ajudaria no combate ao crime. “Enquanto as forças estão brigando entre si para saber quem vai fazer isso, quem vai fazer aquilo, os criminosos estão à frente, progredindo anos-luz, fazendo atos de terrorismo", avalia ele.