Últimas Notícias

Você tem uma boa ideia?

Ela pode virar um Projeto de Lei!




Enviar minha Ideia

Principais Propostas

PL 3722/2012

Revoga o Estatuto do Desarmamento e estabelece critérios objetivos para a compra, posse e porte de armas e munições legais.

PL 7225/2014

Proíbe a instituição de cotas raciais nos concursos para ingresso no serviço público.

PL 7748/2014

Obriga que o governo divulgue os valores totais e a destinação do dinheiro arrecadado em multas de trânsito. Aprovado na Comissão de Transportes.

PL 870/15

Põe fim à Contribuição Sindical Obrigatória, criada pelo presidente Getúlio Vargas na década de 1940.

PL 5479/2016

Obriga as entidades sindicais a prestarem contas ao TCU dos recursos públicos que recebem.

Ver Todas

Conheça mais sobre a revogação do

Estatuto do Desarmamento

O Mapa da Violência Peninha
  • Em 2017, o Brasil registrou 175 assassinatos por dia, sete por hora, de acordo com dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
  • Foram 63.880 mortes violentas em 2017, o maior número de homicídios da história.
  • Em um ano, os estupros aumentaram 8,4%.
  • São 30,8 mortes para cada 100 mil habitantes.
  • Um policial foi morto por dia no Brasil, em 2017.
  • O Estatuto do Desarmamento, em vigor desde 2003, não reduziu o índice de homicídios.
  • Em 2005, 60 milhões de eleitores rejeitaram o desarmamento civil. A voz das urnas não foi respeitada.
Leia Mais

Biografia

Deputado Peninha

Rogério Mendonça, o Peninha, nasceu em Nova Trento. É filho de Lauro Mendonça e Cremilda Tridapalli. Adolescente, foi morar em Camboriú para estudar na Escola Agrotécnica. Mais tarde se mudou para o Rio Grande do Sul e se formou Engenheiro Agrônomo.

Em 1976, por meio de concurso público, ingressou na antiga Acaresc (atual Epagri) e foi atuar em Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí. Peninha teve papel fundamental para que o município fosse reconhecido até hoje como a Capital Nacional da Cebola. O bom desempenho como engenheiro agrônomo e o reconhecimento dos produtores logo o alçaram ao cargo de Secretário Municipal de Agricultura.

Na década de 80, Peninha se filiou ao seu primeiro e único partido, o MDB. Sua trajetória política começou na eleição vitoriosa para o cargo de vice-prefeito de Ituporanga. O trabalho como vice foi reconhecido e, na eleição seguinte, foi eleito prefeito da cidade.

Ao deixar a prefeitura, presidiu a Epagri por dois anos, no governo Paulo Afonso. A atuação, antes regional, passou a ser reconhecida em toda Santa Catarina.

Saiba Mais