Debates acalorados marcam posse no Parlamento do Mercosul

Único catarinense a participar do encontro no Uruguai, deputado Peninha diz que as discussões foram construtivas

Único catarinense a participar do encontro no Uruguai, deputado Peninha diz que as discussões foram construtivas

Único catarinense a tomar posse no Parlamento do Mercosul, deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB) voltou entusiasmado com as discussões intensas durante o encontro em Montevidéu, no Uruguai. Pela primeira vez como membro do Parlasul, Peninha diz que a experiência foi muito positiva, principalmente nos assuntos relacionados ao setor econômico e de interesse do grupo.

“Tivemos discussões bastante acirradas, eu diria. De um lado os partidos de esquerda, defendendo o socialismo, o comunismo, inclusive parlamentares brasileiros do PSOL e PT que estavam lá. De outro, o grupo no qual eu faço parte, onde defendemos o livre mercado, a livre iniciativa, os governos alinhados mais à direita para promover um maior desenvolvimento econômico”, comenta Peninha.

Além do Uruguai, país sede, parlamentares do Brasil, Argentina e Paraguai também integram o grupo. Nesta sessão houve ainda a participação de representantes do parlamento venezuelano como expectadores, sem direito a voto. O Brasil possui 19 representantes no Parlasul, sendo deputados e senadores que têm o objetivo de representar os interesses dos cidadãos dos países que formam a aliança.

“Fizemos um juramento público. Fiquei muito honrado naquele momento, afinal estou representando o meu país, os meus conterrâneos catarinenses. Tive a oportunidade de conversar com diversos parlamentares, trocamos muitas ideias e apesar de termos realidades diferentes, tenho certeza que poderei levar muita coisa para compartilhar com o Congresso Brasileiro”, fala orgulhoso.

A próxima Sessão Ordinária do Parlamento do Mercosul está agendada para o dia 29 de abril, quando o grupo se reúne para discutir uma extensa pauta de assuntos de interesse do bloco.