Deputado Peninha e Rafael Pezenti anunciam recursos em roteiro pelo Vale do Itajaí

Durante esta semana, parlamentar e chefe de gabinete estiveram em mais de dez cidades

Durante esta semana, parlamentar e chefe de gabinete estiveram em mais de dez cidades

O deputado federal Rogério Peninha (MDB/SC) dedicou a semana para visitar municípios do Vale do Itajaí, seu principal reduto eleitoral. “Levei boas notícias, que são os recursos para 2021, e também ouvi os pedidos de prefeitos, vereadores, lideranças e comunidade”, explica. O chefe de gabinete do deputado, Rafael Pezenti, acompanhou as visitas, se preparando para o pleito do próximo ano, já que é pré-candidato a deputado federal no lugar de Peninha.

A dupla esteve em mais de dez municípios durante o roteiro: Gaspar, Rio do Cedros, Timbó, Rio do Sul, Petrolândia, Mirim Doce, Taió, Rio do Campo, Salete, Ituporanga, Aurora, Alfredo Wagner e Bom Retiro. “O MDB está muito bem organizado. O Rafael já vem acompanhando pessoalmente as necessidades destes municípios e estamos muito satisfeitos com a gestão das emendas que tenho destinado à comunidade”, avalia Peninha.

Na região, o parlamentar também conta com a parceria do deputado estadual Jerry Comper (MDB), que já é pré-candidato à reeleição e vai formar dupla com Rafael. “Não é surpresa que eu não vou mais concorrer a deputado federal e, por isso, estou deixando tudo encaminhado nas mãos do Rafael, que eu confio plenamente, para me representar em Brasília, e do Jerry aqui no Estado”.

O embate das áreas de APP

No roteiro, Peninha explicou às lideranças sobre as alternativas que têm trabalhado para derrubar a decisão do Supremo Tribunal de Justiça que impõe o mínimo de 30 metros de afastamento das construções urbanas das beiras de rios. Segundo o deputado, praticamente todos os municípios do Vale do Itajaí serão prejudicados, tanto nas futuras edificações, quanto nas casas e estabelecimentos já construídos, que poderão ter que ser demolidos.

Junto com a bancada catarinense, Peninha busca acelerar a aprovação de um projeto de lei de sua autoria que determina que esta decisão, quanto à metragem, fique a cargo de cada município, conforme a realidade local. Paralelamente, com o apoio do empresário Luciano Hang, trabalha no andamento de uma medida provisória junto ao presidente Bolsonaro, que traz o mesmo efeito.