Deputado Peninha propõe incorporar casas de madeira no Minha Casa Minha Vida

Parlamentar vê o uso do material como opção mais acessível às famílias que sonham em ter a casa própria

Parlamentar vê o uso do material como opção mais acessível às famílias que sonham em ter a casa própria

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) enviou uma indicação ao Ministério do Desenvolvimento Regional para que sejam incluídas edificações de madeira no programa Minha Casa Minha Vida. Segundo o parlamentar, a inclusão do material ajudará a resolver o problema das famílias de baixa renda que não conseguem enquadrar-se no financiamento.

“A madeira é excelente no que diz respeito às condições térmicas. No sul do país utilizamos muito este material devido à grande variação de temperatura. Sem contar que residências de madeira podem ser 20% mais baratas e construídas em uma velocidade muito maior que as convencionais, além de serem sustentáveis”, justifica Peninha.

Em defesa do uso da madeira nas construções, o deputado utiliza ainda exemplos bem sucedidos de outras partes do mundo: em países como Estados Unidos, Japão e Finlândia, as casas de madeira representam cerca de 80% da habitação residencial. “No Brasil, o setor demonstra um grande potencial de expansão, inclusive podendo empregar mais pessoas”, aponta o parlamentar catarinense.

Recentemente, o Governo Federal anunciou que o programa Minha Casa Minha Vida passará por alterações neste ano, com critérios que possam abranger um número maior de pessoas. A sugestão do deputado passará pela análise do Ministério do Desenvolvimento Regional.