Morre presidente da Alesc, deputado Aldo Schneider

Parlamentar lutava contra um câncer, há um ano e meio

Parlamentar lutava contra um câncer, há um ano e meio

Morreu na tarde deste domingo, dia 19, o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Aldo Schneider (MDB), em Balneário Camboriú. O deputado, de 56 anos,tratava um câncer desde 2017. Schneider deixa a esposa Marita e os filhos Nathali Aline e Bruno Gustavo.

A Alesc anunciou luto oficial de três dias, e não abrirá para atendimento ao público na segunda-feira, dia 20. O governador Eduardo Pinho Moreira decretou luto oficial de sete dias

O corpo do político foi levado para uma funerária em Balneário Camboriú e de lá segue para Ibirama, onde será velado a partir das 21 horas deste domingo na Igreja Matriz de Ibirama, no Centro da cidade. Na segunda-feira, retorna para Balneário Camboriú, onde será cremado em ato privado para a família. 

Schneider já tratava um tumor na coluna e chegou a ser submetido a quimioterapia e, no ano passado, a uma cirurgia. No entanto, um novo ponto foi diagnosticado, dessa vez no pescoço, onde foram necessárias as sessões de radioterapia.  Em maio deste ano, ele passou por uma traqueostomia, procedimento necessário para aliviar o sistema respiratório, comprometido por conta do tratamento.  

Trajetória

Aldo Schneider nasceu e iniciou seus estudos na pequena Agrolândia, no Alto Vale do Itajaí. Formou-se em Gestão Empresarial pela Uniasselvi e ingressou na Secretaria de Estado da Fazenda como Analista da Receita Estadual em 1980. Foi vereador pelo município de Ibirama, tendo como bandeira a emancipação do atual município de Vitor Meireles, onde foi o primeiro prefeito, cargo que voltou a ocupar por mais duas vezes. Foi eleito deputado estadual de Santa Catarina com 36.449 votos, em 2010, e reeleito com 58.646 votos em 2014. 

Aldo assumiu a presidência da Alesc em fevereiro deste ano, após formalização de um acordo entre o antigo PMDB (hoje MDB) e o PP. Na ocasião, Silvio Dreveck (PP) passou o cargo máximo da Casa para Schneider e passou a responder pela vice-presidência. Há cerca de 10 dias Schneider estava afastado das atividades. O parlamentar estava internado desde o começo de agosto. 

**Reportagem Diário Catarinense, veja mais em: https://goo.gl/jaEUDz