Peninha entrega a coordenação do Fórum Parlamentar Catarinense com destaque para as rodovias

Além da infraestrutura, também foram prioridades a saúde, agricultura, educação e segurança

Além da infraestrutura, também foram prioridades a saúde, agricultura, educação e segurança

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB) transfere, nesta terça-feira (31), a coordenação do Fórum Parlamentar Catarinense ao deputado Daniel Freitas (PSL). Devido ao período de isolamento para conter a propagação do Covid-19, o ato será simbólico, realizado por videoconferência entre os parlamentares. A escolha do novo coordenador foi ratificada na última reunião presencial da bancada, em acordo com os demais deputados e senadores catarinenses.

Peninha assumiu o comando do Fórum em abril do ano passado. Sob sua coordenação, a bancada catarinense foi a primeira a ser recebida pelo presidente Jair Bolsonaro e seus principais ministros, que ouviram as demandas do grupo de parlamentares.

Rodovias federais

A proximidade do deputado Peninha com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, resultou em ações. Em junho, a convite do coordenador, o ministro esteve em Santa Catarina para conferir a situação das rodovias. A visita rendeu o anúncio da liberação de R$ 70 milhões para a BR-470 (Vale do Itajaí), BR-280 (Norte), BR-285 (Sul) e BR-282 (Oeste).

 “Posso dizer, como porta-voz da bancada, que fomos bem atendidos nas principais demandas que dizem respeito às rodovias. Ainda não foi possível fazer tudo o que pedimos, mas o trabalho continua”, afirma o deputado. Peninha convidou o ministro para mais uma visita entre março e abril, que não poderá ocorrer devido à atual situação do coronavírus no País. 

Na área da infraestrutura, Peninha também destaca o investimento de R$ 21 milhões na barragem de José Boiteux, na época articulada com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que esteve em Santa Catarina em setembro.

Proximidade com os catarinenses

A gestão do coordenador Peninha foi marcada, também, pela vontade de ouvir e aproximar os congressistas da população. Com o objetivo de discutir os problemas de cada região, foram realizados encontros em Araquari, Criciúma, Florianópolis e Chapecó. Além dos parlamentares, participaram lideranças e técnicos, de acordo com cada assunto que seria debatido. Em Criciúma, por exemplo, o encontro teve a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Sobre a destinação da emenda de bancada, que em 2019 somou R$ 247 milhões, o Fórum organizou um encontro, na ALESC, para ouvir propostas das lideranças e comunidade para a destinação dos recursos. A iniciativa foi pioneira. “Sempre me questionei sobre e peregrinação dos prefeitos, vereadores e entidades a Brasília, para pedir recursos. Pensei que o encontro seria uma maneira de diminuir um pouco estes gastos para eles”, explica o deputado. Os recursos da emenda de bancada foram destinados para as rodovias, saúde, agricultura, educação e segurança pública.

O deputado deixa a coordenação com elogios aos colegas. “A bancada catarinense tem uma união muito grande. Conversamos sobre as pautas e, mesmo que haja divergências, o que é natural quando há opiniões tão bem fundamentadas, sempre chegamos a um consenso sobre o que é melhor para o Estado. Só tenho a agradecer, tenho certeza que continuaremos este trabalho”, finaliza Peninha.