Projeto permite que estudantes de psicologia atendam nos hospitais durante a pandemia

Texto do deputado Rogério Peninha confere a possibilidade dos estudantes realizarem seus estágios com os profissionais de saúde

Texto do deputado Rogério Peninha confere a possibilidade dos estudantes realizarem seus estágios com os profissionais de saúde

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) apresentou o Projeto de Lei 3499/20  que possibilita o estágio supervisionado dos estudantes de Psicologia para atendimento aos profissionais de saúde que estão atuando na pandemia do coronavírus. “Seria benefício para ambas as partes, tanto para quem precisa de atendimento quanto aos futuros profissionais que terão um momento ímpar para adquirir experiência”, defende o parlamentar.

A medida seria válida para as redes pública e privada. Em sua justificativa, o deputado explica que mesmo aqueles que já são preparados para atuar em situações de emergência, enfrentam novos desafios e precisam de um suporte emocional que poderia ser oferecido pelos cursos de Psicologia. Conforme o projeto, os atendimentos seriam realizados por meio de uma parceria entre hospitais e universidades.

Prevenção de doenças

A proposta também tem o objetivo de prevenir doenças como ansiedade e depressão. Uma pesquisa divulgada em maio pela Universidade do Rio de Janeiro apontou que os casos de ansiedade e estresse na população aumentaram 80% durante a quarentena.

 Para o deputado Peninha, este efeito pode ser potencializado naqueles que estão atuando na “linha de frente” do combate à pandemia pois além de trabalharem em constante risco, os profissionais têm a preocupação de infectarem suas famílias.

“Neste contexto, psicólogos e estudantes de psicologia podem contribuir no atendimento para suporte emocional, saúde mental e prevenir futuras complicações que não podem ser ignoradas neste momento”, defende o autor do projeto.

 

Imagem: Agência Brasil